oniomania compulsao por compras

24-06-2021

Oniomania: como identificar a compulsão por compras

Conheça o histórico de consumo, entenda o que é compulsão por compras (oniomania) e veja quais são os principais sinais deste transtorno.

 

Muitas pessoas gostam de sair para fazer umas comprinhas (ou comprar pela internet), seja a compra de itens realmente necessários ou apenas pelo consumo em si. Parece inofensivo, não é mesmo?

Mas, às vezes, esse simples ato de comprar pode ser tornar uma compulsão.

Por isso, no post de hoje vamos conhecer o histórico de consumo, entender o conceito de compulsão por compras (oniomania) e ver quais são os principais sinais deste transtorno.

Vamos lá?

 

Afinal, o que é compulsão por compras?

 

De maneira errada, muitas pessoas acreditam que aquele indivíduo que compra muito é um comprador compulsivo. É importante entender que o comprador compulsivo não compra por apenas prazer, mas também por uma necessidade psicológica.

Vamos entender um pouco mais esta história?

 

A história das compras

 

Uma publicação do Jornal Brasileiro de Psiquiatria conta um pouco desta história. O ato de comprar desenvolveu-se na antiga Grécia, onde a emergência do dinheiro alterou os valores culturais e morais.

Alguns estudiosos escreveram sobre o transtorno do comprar compulsivo, ou oniomania, no início do século XX.

Segundo um deles, o psiquiatra Bleuler, o elemento particular (na oniomania) é a impulsividade, sendo que as pessoas que sofrem com esse distúrbio não podem evitá-la.

Na prática, o transtorno do comprar compulsivo atraiu pouca atenção nas décadas seguintes. O interesse reviveu nos primeiros anos da década de 1990, quando foram publicadas três séries de casos clínicos.

Apesar do custo do transtorno nunca ter sido calculado, estima-se que o impulso de comprar gere mais de U$4 bilhões em compras anuais apenas na América do Norte.

 

Compulsão por compras ou oniomania: vamos ao conceito?

 

De acordo com o Programa Ambulatorial Integrado dos Transtornos do Impulso (Pro-Amiti), a Compra Compulsiva é considerada um transtorno, sendo classificada como um Transtorno do Controle do Impulso, onde a característica essencial é a falha em resistir a um impulso, instinto, ou desejo de realizar um ato que é prejudicial ao indivíduo ou outras pessoas.

Esse transtorno também é conhecido por oniomania, cujo nome vem do grego: oné (comprar) mania (loucura).

 

A compulsão por compras é comum?

 

Segundo a psicóloga Tatiana Filomensky, coordenadora do Programa para Compradores Compulsivos do Pró-Amiti, estima-se que os pacientes que apresentam esse comportamento representem 5% da população geral, sendo que ele costuma ser identificado com maior frequência nas mulheres (fonte: USP).

 

E quais são as suas principais características?

 

Oniomania ou a compulsão por compras pode ser caracterizada por:

  • Preocupação excessiva e perda de controle sobre o ato de comprar.
  • Aumento progressivo do volume de compras.
  • Tentativas frustradas de reduzir ou controlar as compras.
  • Comprar para lidar com a angústia, ou outra emoção negativa.
  • Mentiras para encobrir o descontrole com compras.
  • Prejuízos nos âmbitos social, profissional e familiar.
  • Problemas financeiros causados por compras.

 

Causas da compulsão por compras

 

Ainda de acordo com a USP, não existem estudos que comprovem as causas deste transtorno, mas há algumas possibilidades. Vamos conhecer algumas?

 

Histórico familiar

 

Uma delas está relacionada com a história comportamental da família do indivíduo. Assim, é muito comum encontrar, na família dos compradores compulsivos, pessoas com problemas relacionados ao controle dos impulsos no geral como, por exemplo, jogo, bebida e sexo.

 

Questão genética

 

Outro fator pode estar ligado à genética. Pesquisas sugerem que pessoas que apresentam alterações numa enzima chamada mao-a apresentam um elevado sistema de gratificação e recompensa.

Assim, são pessoas sempre em busca de uma sensação de gratificação mais intensa e que nunca vem. Desta forma, acabam se tornando viciadas no sistema de gratificação causado pelas compras.

 

Questão subjetiva

 

Já em relação à questão subjetiva, são indivíduos mais frágeis emocionalmente, que buscam no exterior a si – ou seja, no consumo, na vestimenta e na maneira de se apresentar ao outro – elementos que mostrem e valorizem suas características.

 

Questão social

 

Por fim, no que se refere à questão social, é importante pontuar que vivemos em uma cultura de uso do cartão de crédito cada vez mais difundida, principalmente em países em desenvolvimento. Toda a nossa vida é pautada em cima do consumo.

 

Teste: Será que eu tenho compulsão por compras?

 

Muitos indivíduos podem ter a seguinte dúvida: será que tenho compulsão por compras?

Para ajudar as pessoas a entenderem mais sobre se sua relação com as compras é ou não disfuncional, o Programa Ambulatorial Integrado dos Transtornos do Impulso criou nove perguntas que poderão identificar um portador de oniomania.

 

Para cada uma das questões, responda sim ou não.

  • Você tem preocupação excessiva com compras?
  • Você muitas vezes acaba perdendo o controle e comprando mais do que devia ou podia?
  • Você percebeu um aumento progressivo do volume de compras e nas suas despesas?
  • Você já tentou e não conseguiu reduzir ou controlar as compras?
  • Você percebe se faz compras como uma forma de aliviar a angústia, tristeza ou outra emoção negativa?
  • Você mente para encobrir o seu descontrole e as quantias que gastou com compras?
  • Você tem ou teve prejuízos sociais, profissionais ou familiares em função das compras?
  • Você tem problemas financeiros causados por compras?
  • Você já se envolveu com roubo, falsificação, emissão de cheques sem fundos, ou outros atos ilegais para poder comprar, ou pagar dívidas?

 

Como funciona o cálculo: some o total de questões que você respondeu sim. Cinco ou mais critérios positivos podem ser indicativos do transtorno.

Se você está na dúvida se tem ou não alguma compulsão por compras (ou alguém próximo), procure um profissional especializado. Ele estará apto para entender o que está acontecendo e analisar quais os melhores procedimentos.

 

Agora que você já entendeu mais sobre a compulsão por compras, que tal continuar se informando?

Separamos aqui outros posts que, certamente, irão te interessar. Olha nossas sugestões:

Entenda o Transtorno Obsessivo-Compulsivo: o que é TOC

Transtorno Obsessivo-Compulsivo: os diferentes tipos de TOC

Ansiedade: um guia completo para entender e combater o problema

 

E para você se manter sempre atualizado e acompanhando as novidades, comece agora mesmo a nos seguir nas diversas redes sociais: Facebook, Instagram e também aqui no Blog Zenfy.