o que é insônia

11-12-2020

O que é insônia: o que você precisa saber para ter uma boa noite de sono?

Conheça os principais transtornos do sono, entenda o que é insônia e veja cinco dicas para ter uma boa noite de sono

 

Ter uma boa noite de sono é fundamental para a saúde e bem-estar. Porém, nem todas as pessoas conseguem ter esse momento reparador durante o sono. De acordo com a Associação Brasileira do Sono (ABS), 73 milhões de brasileiros sofrem de insônia. Além disso, esse transtorno pode ser associado ao aumento do risco de morte, doença cardiovascular, depressão, obesidade, dislipidemia (presença de índices elevados de gordura no sangue), hipertensão, fadiga e ansiedade. E para te ajudar a entender todo esse contexto do sono, o post de hoje é sobre a insônia, principais causas, além de cinco dicas práticas para melhorar a qualidade do sono. Gostou? Pegue a almofadinha e vamos lá!

 

 

 

O contexto do sono e os principais conceitos

 

Os especialistas apontam que o sono de qualidade atua, de maneira positiva, no equilíbrio físico, mental e emocional do ser humano. Além disso, ajuda a fortalecer o sistema imunológico, ajuda a prevenir doenças e tem grande importância para o bom funcionamento do cérebro.

Para termos uma ideia de alguns números: o Projeto EPISONO, do Instituto do Sono, afirma que mais de mais de 60% da população paulistana sofre com problemas de sono.

Muitas pessoas acham que qualquer dificuldade para dormir pode ser conceituada como insônia. De acordo com a Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP), há alguns conceitos-chave importantes relacionados com o sono:

 

  • Alterações de sono: são as mudanças transitórias em relação aos horários de acordar e dormir com repercussões para a quantidade e qualidade de sono, normalmente devido a dificuldades situacionais.
  • Distúrbios do sono: já os distúrbios do sono são alterações mais graves do padrão de sono e vigília com repercussões para quantidade e qualidade de sono e para a qualidade de vida. Dentre os distúrbios do sono, é possível sinalizar a apneia obstrutiva do sono, a síndrome das pernas inquietas, assim como a insônia.

 

Neste contexto, o transtorno de insônia é um distúrbio do sono.

 

 

E, afinal, o que é insônia?

 

A insônia é um quadro caracterizado pela dificuldade persistente com o início, a duração, a consolidação ou a qualidade do sono, apesar da oportunidade e das circunstâncias adequadas para dormir. Esses sintomas devem causar prejuízo clinicamente significativo no funcionamento social, ocupacional, educacional, acadêmico, comportamental do indivíduo. O transtorno de insônia está associado com a duração e a frequência das queixas (Fonte: Sociedade Brasileira de Psicologia – SBP).

Assim, a insônia pode ser definida como a dificuldade de iniciar o sono, mantê-lo continuamente durante a noite ou o despertar antes do horário desejado (Fonte: Ministério da Saúde).

 

E quais são os principais sintomas da insônia?

  • Dificuldade para adormecer à noite;
  • Despertar durante a noite;
  • Sonolência diurna exagerada;
  • Não se sentir descansado após uma noite de sono;
  • Irritabilidade, depressão ou ansiedade;
  • Dores de cabeça localizadas;
  • Problemas gastrointestinais.

 

 

 

Principais causas da insônia

 

É possível relacionar a insônia com diversos fatores, tais como:

 

  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Condições médicas, tais como artrite, câncer, insuficiência cardíaca, doença pulmonar, dentre outras;
  • Mudança no ambiente ou horário de trabalho;
  • Maus hábitos de sono, tais como dormir e acordar em horários diferentes todos os dias;
  • Algumas medicações, como alguns antidepressivos, remédios para controle da pressão arterial, antialérgicos, estimulantes e corticosteroides, dentre outros;
  • Consumo exagerado de cafeína, nicotina e álcool;
  • Falta de exercícios.

 

 

 

Dicas para ter uma boa noite de sono

 

E agora que você já sabe a importância de ter uma noite de sono reparadora, separamos aqui 5 (cinco) dicas para te ajudar. Que tal?

 

 

Dica 1: Não ir para a cama sem sono

 

Não se deve ir para a cama sem sono. Além disso, não se deve usar a cama para planejar o dia seguinte, assistir TV, lanchar, dentre outras coisas. A cama deve ser associada ao ato de dormir. Por isso, é importante deitar-se apenas quando estiver com sono. Além disso, tente deitar e se levantar diariamente em horários regulares.

 

 

Dica 2: Cuidado com a alimentação

 

Alguns alimentos são mais excitantes, como as comidas apimentadas. Isso pode trazer uma certa dificuldade para dormir. Por isso, evitar esse tipo de alimentos ajuda a combater a insônia.

 

 

Dica 3: Cuidado com a ingestão de determinadas bebidas

 

As bebidas alcóolicas, por exemplo, podem prejudicar o sono, assim como bebidas que contenham cafeína.

 

 

Dica 4: Exercite-se

 

Fazer atividades físicas regularmente podem ajudar a combater a insônia. Porém, é fundamental evitar exercícios muito intensos próximos à hora de dormir. No período da noite, o mais ideal são atividades físicas mais leves, como alongamento ou caminhada.

 

 

Dica 5: Crie rituais

 

Estabelecer rituais de relaxamento antes de se deitar pode ajudar a ter uma boa noite de sono. Alguns exemplos: um banho relaxante, a diminuição da luminosidade nos ambientes, dentre outros.

 

Agora que você já sabe mais sobre insônia e aprendeu dicas para ter uma boa noite de sono, que tal continuar se informando sobre os mais diversos temas relacionados com autoconhecimento e autocuidado mental? Tem muito conteúdo interessante no nosso blog, quer ver? Separamos aqui outros 4 (quatro) posts que, certamente, vão te interessar:

 

O que causa ansiedade?;

Ansiedade: um guia completo para entender e combater o problema;

O que é Transtorno de Ansiedade Social?;

Terapeuta holístico: as práticas integrativas no combate à ansiedade.

 

E para você se manter sempre atualizado e acompanhando as novidades, comece agora mesmo a nos seguir nas diversas redes sociais: Facebook, Instagram e também aqui no Blog Zenfy.