o que causa depressão

04-09-2020

Você sabe o que causa a depressão?

Conheça o atual cenário da depressão no Brasil e entenda o que causa a depressão.

 

 

A depressão tem se tornado um assunto mais presente dentro das empresas, nas rodas de amigos e no seio familiar.

O Ministério da Saúde alerta que a depressão é um problema médico grave e com alta incidência na população em geral. De acordo com um estudo, a prevalência de depressão no Brasil, em algum momento da vida, está em torno de 15,5%.

São números altos, visto que a média mundial indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 10,4%.

Por isso, para entender todo esse processo e contexto, o post de hoje é sobre o que causa depressão. Ficou curioso? Vamos começar, então!

 

 

 

Depressão: o mal do século

 

A Organização Mundial da Saúde revela que o número de indivíduos que vivem com depressão aumentou 18% entre 2005 e 2015.

Em relação ao Brasil, a depressão atinge 11,5 milhões de pessoas (ou seja, representa 5,8% da população).

Porém, é importante distinguir a depressão (que é uma doença) de oscilações regulares de humor.

A depressão, quando se manifesta com longa duração e com intensidade moderada ou grave, pode se tornar uma séria condição de saúde.

Além disso, a depressão pode levar a um grande sofrimento e disfunção no trabalho, na escola ou no núcleo familiar e, nos casos mais extremos, até levar ao suicídio.

Um outro ponto importante a destacar quando o assunto é a causa da depressão é que existem tratamentos eficazes reconhecidos.

Porém, a própria OMS pontua que menos da metade dos afetados no mundo recebe algum tipo de tratamento.

E por que isso acontece?

Por diversos motivos, dentre eles a falta de recursos e de profissionais capacitados (até mesmo para realizarem o diagnóstico correto), além do estigma social associado a todos os transtornos mentais.

Ou seja, a depressão é um transtorno muito mais presente na nossa sociedade do que muitos de nós gostaríamos de admitir e, por isso, entender o que causa a depressão (até para tentar conduzir de formas mais assertivas) é necessário.

 

 

 

O que causa a depressão: principais fatores

 

O Ministério da Saúde aponta três principais causas para a depressão: genética, bioquímica cerebral e eventos vitais.

Vamos entender mais?

 

 

Causas genéticas

Alguns estudos com famílias, gêmeos e adotados indicam a existência de um componente genético, sim, para a depressão.

No geral, estima-se que esse componente possa representar até 40% da suscetibilidade para desenvolver depressão.

Ou seja, a doença tem componentes genéticos que fazem com que descendentes de pessoas que sofrem com depressão tenham mais chance de desenvolver o transtorno em algum momento da vida.

Assim, quem tem familiares de primeiro grau (pais ou filhos) com depressão pode ter um risco de duas ou, até, três vezes maior de desenvolver essa doença.

 

 

Causas relacionadas com distúrbios na bioquímica cerebral

Há estudos que evidenciam que a deficiência de substâncias cerebrais, chamadas neurotransmissores, podem causar a depressão. Dentre estas substâncias, têm-se:

 

  • Noradrenalina;
  • Serotonina;
  • Dopamina.

 

Ou seja, este aspecto químico da depressão revela que o cérebro está sofrendo alterações químicas que desencadeiam diversos sentimentos negativos (tristeza, desânimo, dentre outras).

Assim, o cérebro vai precisar de ajuda para voltar ao seu funcionamento equilibrado.

Obviamente que todo mundo sente tristeza e desânimo em diversos momentos ao longo da vida.

Porém, quando o indivíduo não sofre de depressão, o cérebro consegue gerenciar essa emoção negativa.

Mas quando alguém está com depressão, não dá para, simplesmente, pedir para ela ficar mais animada e sair de casa, pois a bioquímica do cérebro está comprometida.

Assim, quando há um desequilíbrio na produção dos neurotransmissores, é possível que a depressão de manifeste.

O grande mistério é o que leva esses neurotransmissores a ficarem desregulados. A Medicina ainda não chegou a conclusões definitivas, mas grande parte dos estudos apontam para causas genéticas e ambientais.

 

 

Eventos vitais

Uma outra causa que pode levar à depressão está relacionada com eventos estressantes e que podem desencadear episódios depressivos naqueles indivíduos que têm uma predisposição genética a desenvolver a doença.

Ou seja, muitas destas situações difíceis podem funcionar como um gatilho para a depressão.

 

 

 

Outros fatores de risco que podem contribuir para causar a depressão

Os estudos sobre a depressão têm avançado a cada ano e tem revelado alguns fatores de risco que podem contribuir para a manifestação da doença, tais como:

 

  • Histórico familiar, principalmente de parentes próximos;
  • Transtornos psiquiátricos correlatos;
  • Estresse e/ou ansiedade crônicas;
  • Algumas disfunções hormonais;
  • Excesso de consumo de álcool e/ou de outras drogas ilícitas;
  • Traumas psicológicos;
  • Solidão;
  • Doenças cardiovasculares, endocrinológicas, neurológicas, neoplasias entre outras;
  • Mudança brusca de condições financeiras e desemprego.

 

E se você quer saber mais sobre quais são os sintomas da depressão, vale a pena dar uma lista no post em que tratamos sobre isso. Neste post falamos dos tipos de depressão e os seus principais sintomas.

Além disso, para você se aprofundar mais sobre o tema depressão, separamos aqui outros 3 (três) posts que, certamente, vão te interessar, além de um quarto post sobre resiliência:

 

O que é depressão: vamos falar sobre isso?

Entenda o que é transtorno depressivo;

Ansiedade e depressão: famosos que já passaram por isso;

O que é resiliência e como aplicá-la na sua rotina diária.

 

E para você se manter sempre atualizado e acompanhando as novidades, comece agora mesmo a nos seguir nas diversas redes sociais: Facebook, Instagram e também aqui no Blog Zenfy.