estresse no trabalho stress funcional

02-04-2020

Estresse no trabalho: origens e cuidados

Você tem se sentido estressado no trabalho? Entenda o que é estresse ocupacional e como combatê-lo

 

O termo estresse tem estado cada vez mais presente no cotidiano das pessoas. Para o Ministério da Saúde, o estresse é uma reação natural do organismo que ocorre quando vivenciamos situações de perigo ou ameaça. Esse mecanismo nos coloca em estado de alerta ou alarme, provocando alterações físicas e emocionais. A reação ao estresse é uma atitude biológica necessária para a adaptação às situações novas. A evolução do estresse se dá em três fases: alerta, resistência e exaustão. Além disso, a Associação Brasileira de Medicina do Trabalho esclarece que burnout, estresse e depressão são problemas de saúde diferentes, apesar de terem sintomas semelhantes.

  • Burnout: é uma síndrome resultante de estresse crônico e, necessariamente, tem origem dentro do ambiente de trabalho;
  • Depressão: é uma doença psiquiátrica crônica, que afeta pessoas de todas as idades;
  • Estresse: é uma reação fisiológica automática do corpo a circunstâncias que exigem ajustes comportamentais, podendo ser um indício de alguma doença ou apenas uma reação pontual a condições externas, negativas ou positivas.

 

Entendendo o estresse ocupacional

Assim, o estresse ocupacional tem sua origem no ambiente de trabalho, ou seja, está relacionado com os estímulos que são gerados no trabalho e têm consequências físicas ou psicológicas negativas para determinado indivíduo exposto a eles.

A International Stress Management Association (Isma-BR) pontua que, quando o estresse ocupacional extrapola os recursos pessoais do colaborador para lidar com a sobrecarga, é possível a condução para transtornos mentais. Em uma pesquisa realizada por esta associação em 2016 com 1.000 (mil) profissionais com idade entre 25 e 65 anos, 72% disseram estar frequentemente estressados. Desses, 32% apresentavam sintomas de burnout.

 

Algumas causas do estresse no ambiente de trabalho

Infografico sobre stress no trabalho zenfy

  • Excesso de competição;
  • Grande volume de trabalho e pouco tempo para realizá-lo;
  • Mudanças na estrutura da empresa;
  • Excesso de cobranças;
  • Baixos salários;
  • Mau relacionamento com os colegas de trabalho;
  • Ameaça de demissão;
  • Tarefas repetitivas e pouco gratificantes.

Como combater o estresse no trabalho

A redução do estresse envolve diversos aspectos, desde a cultura organizacional, assim como a alimentação, exercícios físicos, dentre outras. Além disso, as práticas gerenciais do ambiente de trabalho também podem colaborar para que o estresse não se torne excessivo, pois proporcionam melhor comunicação, seleção adequada, participação, além de outros aspectos que impactam positivamente a qualidade de vida dos colaboradores.

Além disso, selecionamos 3 (três) dicas práticas para ajudar a combater o estresse no ambiente de trabalho.

 

Identificar os estressores

Como primeiro passo, é fundamental identificar os fatores que estão estressando você, tais como: prazos curtos, mau relacionamento com algum colega ou chefe, equipe desmotivada, dentre outros. Assim, é importante reconhecer o problema para, desta forma, tentar evitar situações que possam despertar tais gatilhos.

 

Estabeleça prioridades

Uma outra forma de diminuir o estresse no trabalho é determinar o que é importante e o que é urgente dentro das demandas diárias. Assim, realizar um planejamento eficiente das suas tarefas e metas, definindo as prioridades dentro de prazos alcançáveis pode colaborar para diminuir o estresse.

 

Cuide da sua saúde

Manter uma boa alimentação, noites de sono com qualidade e ter uma rotina de exercícios vai colaborar para diminuir os efeitos do estresse sobre seu corpo e mente.

 

Para continuar se informando sobre o tema, temos uma outra sugestão de leitura muito interessante: “Como combater a ansiedade através de exercícios físicos”. Mantenha-se sempre atualizado seguindo-nos através do Facebook, do Instagram ou através do Blog Zenfy.