deficit de atenção

13-08-2020

Déficit de Atenção: o que eu preciso saber?

Entenda o que é déficit de atenção, seus principais sintomas em crianças e adultos, assim como principais causas a serem observadas

 

 

Uma criança apresentar, pontualmente, dificuldade em se concentrar parece uma situação muito comum. Porém, é necessário acender a luz laranja ou vermelha quando outros sintomas são associados a esse comportamento.

Por isso, o post de hoje vai explicar o que é déficit de atenção e seus principais sintomas. Vamos lá?

 

 

 

O que é déficit de atenção?

 

O Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é uma síndrome de desatenção, hiperatividade, como também de impulsividade.

Além disso, o Manual MSD apresenta 3 (três) tipos de TDAH:

  • Aqueles que são, predominantemente, desatentos;
  • Os que são hiperativos e impulsivos;
  • E aqueles que têm a combinação das duas situações anteriores.

 

O Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5) pontua que desatenção e desorganização envolvem incapacidade de permanecer em uma tarefa, aparência de não ouvir e perda de materiais em níveis inconsistentes com a idade ou o nível de desenvolvimento.

Já a hiperatividade-impulsividade implicam em atividade excessiva, inquietação, incapacidade de permanecer sentado, intromissão em atividades de outros e incapacidade de aguardar – sintomas que são excessivos para a idade ou o nível de desenvolvimento.

No geral, o TDAH costuma persistir na vida adulta.

Além disso, o distúrbio de déficit de atenção/hiperatividade é considerado um distúrbio de neurodesenvolvimento.

 

O que isso significa?

 

Os distúrbios de neurodesenvolvimento são condições neurológicas que aparecem, no geral, durante a infância. Muitas vezes, antes da idade escolar e prejudicando, desta forma, o desenvolvimento do funcionamento pessoal, social, acadêmico e/ou profissional.

 

Assim, os distúrbios de neurodesenvolvimento podem envolver distúrbios de:

  • Atenção;
  • Memória;
  • Percepção;
  • Linguagem;
  • Solução de problemas;
  • Interação social.

 

 

Principais diferenças entre DDA e TDAH

A principal diferença entre Distúrbio de Déficit de Atenção (DDA) e o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) está em relação à hiperatividade.

O indivíduo com TDAH apresenta, desde a infância, os sintomas de desatenção, inquietude excessiva e impulsividade, sintomas estes que o acompanharão por toda a vida. Porém, em relação à hiperatividade há uma tendência de melhorar com o avanço dos anos.

Já no caso de DDA há também a inquietude, assim como as outras características. Porém, percebe-se que o grau de agitação é menor.

Além disso, outro ponto importante para destacar é que o TDAH, no geral, manifesta-se durante a infância. Já o DDA pode aparecer apenas na idade adulta.

 

 

Déficit de atenção: mais comum em meninos ou meninas?

O Manual MSD destaca que o TDAH afeta cerca de 8 a 11% das crianças em idade escolar.

Porém, muitos especialistas acreditam que o TDAH é superdiagnosticado devido, principalmente, porque os critérios são aplicados de forma imprecisa.

Além disso, o TDAH é cerca de duas vezes mais comum em meninos. Mas os índices podem variar de acordo com o tipo.

No caso do predominante hiperativo/impulsivo, há a ocorrência de 2 a 9 vezes mais entre os meninos, enquanto o desatento ocorre com igual frequência em ambos os sexos.

 

 

 

Déficit de atenção: principais sintomas

 

O Ministério da Saúde traz a relação dos principais sintomas do TDAH, tanto para crianças e adolescentes quanto para adultos.

 

 

Principais sintomas em crianças e adolescentes

  • Agitação;
  • Inquietação;
  • Movimentação pelo ambiente;
  • Mexem mãos e pés, mexem em vários objetos;
  • Não conseguem ficar quietas (sentadas numa cadeira, por exemplo);
  • Falam em excesso;
  • Apresentam dificuldade de permanecer atentos em atividades longas, repetitivas ou que não lhes sejam interessantes;
  • São facilmente distraídas por estímulos do ambiente ou se distraem com seus próprios pensamentos.

 

Outro ponto é que o excesso de esquecimento também é uma das queixas principais dos pais ou responsáveis, além da impulsividade ser um sintoma comum frequente.

No caso da impulsividade, ela pode se materializar nas seguintes situações:

  • não conseguir esperar sua vez;
  • não ler a pergunta até o final e responder;
  • interromper os outros;
  • agir sem pensar.

Uma outra característica é que, muitas vezes, o desempenho escolar parece inferior à respectiva capacidade intelectual, embora seja comum que os problemas escolares estejam mais ligados ao comportamento do que ao rendimento.

 

 

Principais sintomas em adultos

A literatura especializada acredita que em torno de 60% das crianças e adolescentes com TDAH entrarão na vida adulta com alguns dos sintomas de desatenção e hiperatividade/impulsividade.

Na vida adulta os sintomas podem se manifestar através da dificuldade em organizar e planejar atividades do cotidiano, principalmente determinar o que é mais importante e emergencial ou o que fazer primeiro dentre as diversas atividades e responsabilidades.

Assim, há muito estresse ao assumir diversos compromissos e não saber por qual deles começar.

Além disso, podem sentir grande dificuldade para realizar suas tarefas sozinhos e precisam ser lembrados pelos outros com muita frequência.

Obviamente que essas situações podem se materializar em problemas no trabalho, vida acadêmica e vida pessoal.

 

No caso de dúvidas sobre o déficit de atenção, é fundamental buscar uma ajuda e um acompanhamento especializados, pois o diagnóstico prematuro facilita a assertividade dos tratamentos.

 

Está gostando dos nossos posts? Separamos  outros 4 (quatro) conteúdos que, certamente, vão te interessar:

 

E para você se manter sempre atualizado e acompanhando as novidades, comece a nos seguir nas diversas redes sociais: Facebook, Instagram e também aqui no Blog Zenfy.