Autossabotagem

29-06-2021

Entenda o que Fazer Para Eliminar a Autossabotagem

Descubra o que é autossabotagem, os principais sinais e veja como superá-la e ter ainda mais sucesso na sua vida profissional e pessoal

 

Você já se perguntou por que, muitas vezes, seus projetos acabam não indo para frente? Por exemplo, quer planejar aquela viagem dos sonhos, mas esse desejo não sai do papel. Ou, então, decide começar aquela pós-graduação que fará muita diferença na sua carreira e você não consegue finalizá-la?

Sabia que você pode estar vivendo a autossabotagem? Muitas vezes, o processo acaba sendo executado de maneira automática e inconsciente.

Para entender mais sobre esse fenômeno, no post de hoje vamos descobrir o que é autossabotagem, os principais sinais e ver como superá-la e ter ainda mais sucesso na sua vida profissional e pessoal.

Vamos lá?

 

Afinal, o que é autossabotagem?

 

A autossabotagem pode ser definida como sendo uma série de ações involuntárias que a pessoa pratica contra ela própria.

Além disso, a autossabotagem pode se manifestar tanto na vida pessoal quanto profissional, afetando o desenvolvimento das relações e, inclusive, o crescimento e sucesso na carreira.

Um outro conceito de autossabotagem é da SBCoaching que explica que é quando criamos desculpas ou obstáculos de maneira consciente ou inconsciente que acabam paralisando nossas forças para alcançar metas e objetivos. Esse comportamento parece internamente confortável, pois aceita as próprias incapacidades e inseguranças.

Mas você sabia que, embora seja algo bastante comum, nem sempre esse comportamento costuma ser claramente percebido pela maioria das pessoas? Porém, existem sinais que podem ser observados.

 

Qual é a origem da autossabotagem?

 

Em último grau, a autossabotagem pode ser entendida como um mecanismo de defesa contra conflitos ou que permite ganhos secundários.

No entanto, em vez de proteger, ela prejudica.

Muitas vezes, ela pode ter origem em traumas (nem sempre identificados) ocorridos durante a infância e/ou a adolescência. Uma pessoa que, por exemplo, não obtinha atenção dos pais, a não ser que estivesse doente ou fazendo birra, pode aprender que estas são estratégias de obter atenção.

Ou seja, a autossabotagem acontece quando você faz certas coisas que foram adaptáveis em um contexto, mas não são mais assertivas (fonte: Caixa de Assistência dos Advogados do Rio Grande do Sul).

 

Sinais de que você esta se auto sabotando

 

Comportamentos que criam empecilhos e barreiras, que limita ou impede que a pessoa alcance a determinado objetivo e de cumprir metas – até mesmo as mais simples, são considerados formas de autossabotagem.

Isso ocorre porque o inconsciente age de maneira oposta aos desejos e necessidades reais, que são criadas de forma consciente. Assim o inconsciente, por meio de pensamentos negativos, acaba gerando atitudes igualmente negativas.

Para Stanley Rosner, co-autor do livro O Ciclo da Auto-Sabotagem, que também é diretor da Career and Educational Planning Associates, o sucesso obtido através da independência e da autonomia podem ser apavorantes para alguns de nós. E, daí, pode acontecer a autossabotagem.

 

Entre as várias maneiras possíveis de se autossabotar, as mais comuns são:

  • procrastinar tarefas muito importantes;
  • comer compulsivamente;
  • beber ou usar alguma droga com frequência.

 

A Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional (Sbie) traz também alguns exemplos práticos de autossabotagem:

  • Recusar uma oportunidade profissional por achar que não tem capacidade;
  • Diminuir a importância de uma responsabilidade para fazê-la depois, procrastinando;
  • Nunca terminar seus projetos, parando no meio do caminho, por acreditar que já vai fracassar de qualquer jeito;
  • Sempre deixar que os outros decidam suas vidas, pensando que “não sabe o que fazer”.

 

Como ocorre o ciclo de autossabotagem?

 

O ciclo de autossabotagem funciona por meio dos processos repetitivos e automáticos que a pessoa pratica e adquire ao longo da vida.

Assim, os pensamentos sabotadores trabalham na mente de maneira recorrente, minando as forças emocionais. A pessoa nem sente, mas eles estão lá desmotivando.

 

Como identificá-la

 

A autossabotagem não causa apenas danos no trabalho ou na vida pessoal. Este comportamento pode ser bastante grave e pode desencadear diversos transtornos, tais como:

  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Diabetes;
  • Cardiopatias.

 

Casos mais extremos de um comportamento autossabotador podem até mesmo fazer com que a pessoa se automutile.

 

Como superar a autossabotagem

 

Se você se identificou com algumas situações citadas anteriormente, trouxemos algumas dicas para você superar a autossabotagem (fonte: SBCoaching):

  • Comece a mudar seu pensamento: Reflita sobre algumas ações e comportamentos que você já teve até o momento. Além disso, perdoe-se sobre situações que não deram certo.
  • Desenvolva a inteligência emocional: Esse método é de extrema importância para manter as emoções em completo equilíbrio.
  • Trace estratégias: Ao definir um objetivo, pense sobre os obstáculos que podem aparecer ao longo do percurso e coloque-os no papel. Assim, ficará mais fácil elaborar estratégias assertivas para superar todos os possíveis desafios.
  • Entenda o que te move: Descubra o que significa sucesso e felicidade para você.
  • Não tenha medo do fracasso: o fracasso faz parte da vida e pode ser um bom professor. Não deixe que o medo de fracassar torne-se paralisante.

Agora que você já entendeu mais sobre autossabotagem, que tal continuar se informando?

 

Separamos aqui outros posts que, certamente, irão te interessar:

Principais tipos de compulsões

O que são compulsões alimentares?

Transtorno Obsessivo-Compulsivo: os diferentes tipos de TOC

Ansiedade: um guia completo para entender e combater o problema

 

E para você se manter sempre atualizado e acompanhando as novidades, comece agora mesmo a nos seguir nas diversas redes sociais: Facebook, Instagram e também aqui no Blog Zenfy.